Pensamento, crescimento espiritual e desenvolvimento moral.

0
24

O pensamento sempre foi visto como um agente transformador da vida cotidiano e do indivíduo, responsável desenvolvimento dos seres humanos e pela criação de riqueza e de progresso, quando bem utilizadas, ou para a destruição e para a pobreza, dependendo dos indivíduos e da forma como se relacionam consigo próprios e com seus fantasmas interiores.

A Doutrina dos Espíritos nos mostra efetivamente que o pensamento é fonte de criação e de consolidação de uma vida melhor e mais consistente, desde que aprenda a controlar seus pensamentos, suas vontades e seus desejos mais íntimos, para isto faz-se necessário, grandes reflexões, treinamento e um autoconhecimento que todos devemos buscar como forma de atrair boas energias e caminhar mais rapidamente para o progresso espiritual e para o desenvolvimento moral.

A Doutrina dos Espíritos nos traz grandes informações para que compreendamos a importância do pensamento na coletividade, quando nos entregamos para pensamentos deselegantes e rasteiros atraímos para nosso lado espíritos com os mesmos interesses e sintonia, somos aquilo que pensamos e atraímos o que nossa sintoniza íntima e pessoal, por isso a importância de controlarmos nossos pensamentos cotidianos.

Temos no espiritismo uma vasta literatura falando a respeito do tema, estes livros destacam a importância do pensamento como forma de atrair energias mais consistentes e destacam ainda, como os maus pensamentos podem nos gerar graves constrangimentos, pois atraem energias que nos enfraquecem e nos tira do caminho do progresso. Com esta bibliografia não mais podemos alegar desconhecimento, como os teóricos da autoajuda sempre enfatizam, se acreditarmos em algo e trabalharmos intensamente para que este algo se materialize, temos grandes chances de obter sucesso nessa empreitada.

Muitas são as histórias de espíritos atraídos por pensamentos levianos, entidades que ora se comprazem com estas energias, sentem necessidades desta sintonia e busca pessoas que pensam como ela, que desejam as mesmas coisas e vibram no mesmo diapasão, criando uma verdadeira simbiose com males dos mais nefastos possíveis e imaginados.

Encontramos nas reuniões mediúnicas uma grande leva de espíritos que nos relatam suas experiências de vampiros espirituais, são irmãos que desencarnaram e tem esta consciência e passam a utilizar esta invisibilidade para se aproximar de irmãos mais fracos e atrelados aos poderes da bebida e do álcool, nesta relação ambos bebem o mesmo elixir e satisfazem, criando uma verdadeira simbiose entre estes dois seres, um vivendo no mundo material, encarnado e dependente do álcool e do vício, enquanto outro está no mundo dos espíritos, desencarnado e também fortemente dependente da bebida, ambos não se conheciam, apresentam trajetórias diferentes, mas se unem para satisfazer os vícios do álcool e da dependência da bebida.

A morte do corpo físico não transforma nenhum dos seres humanos, o espiritismo sempre nos mostrou de forma detalhada esta questão, somos o que somos no mundo material e quando nos transferimos para o mundo espiritual, permanecemos da mesma forma, dotados dos mesmos sentimentos, dos mesmos valores e das mesmas necessidades. Se apresentamos desejos indiscriminados pelo álcool, se sentimos necessidade de beber vamos continuar com estes desejos quando retornarmos para o mundo dos espíritos.

Embora entendamos que a morte é uma passagem para a vida imaterial, para o mundo invisível, a Doutrina Espírita destaca que nossos avanços são patrimônios que carregamos por toda nossa existência, todos os tesouros vinculados ao conhecimento, a moral e a ética, nos acompanharão por toda nossa trajetória e nos habilitarão para o crescimento espiritual que deveríamos buscar com afinco e dedicação.

A integração entre os dois mundos, o material e o imaterial, é intensa. Estamos todos os instantes ao lado de irmãos em outros planos da vida, nesta integração somos influenciados por eles e nos deixamos ser influenciados pelos irmãos do mundo espiritual, se nossos interlocutores são bons e dignos estes nos auxiliam em nosso progresso, nos transmitem energias de paz e de equilíbrio e nos inspiram nas atividades do cotidiano. Agora, quando estes irmãos estão ainda dominados pelos sentimentos menores, pelas mágoas ou pelos ressentimentos, ao nos vincularmos a estes irmãos sentimos estas energias nos acercando, nos influenciando e, muitas vezes, nos dominando.

As energias que atraímos estão intimamente ligadas aos momentos da vida que vivemos, aos pensamentos que cultivamos, aos desejos que alimentamos e as nossas ações no cotidiano. Se nos deixarmos levar pelo desânimo e pela chateação atraímos irmãos nas mesmas condições e temos estas energias se fortalecendo dentro de nós, moldando nossos gestos, nossas atitudes e nossos comportamentos.

Muitas vezes encontramos irmãos mergulhados no sexo desvairado, buscando prazeres e gozos físicos desequilibrados, transformam sua existência em uma busca por prazeres sexuais, deixando de lado uma vida mais consistente e estruturada. Na sociedade contemporânea, a indústria do sexo gera bilhões de dólares anualmente e fazem a fortuna de seus detentores, que estimulam a sexualidade precoce de jovens e crianças e os prazeres da sexualidade distorcida, estes irmãos quando voltarem ao mundo espiritual, depois do desencarne, vão compreender que as riquezas da vida são muito maiores e mais importantes para o crescimento dos indivíduos do que os prazeres do sexo.

A mente é fonte criadora, nossos pensamentos podem conspirar ao nosso favor ou podem nos gerar constrangimentos atrozes, isto porque atraímos para nosso lado entidades e energias compatíveis com nossos pensamentos e estas facilitam a aproximação de espíritos que possuem os mesmos pensamentos, criando vínculos muitas vezes de difícil separação.

A Doutrina Espírita nos mostra que quando nos conscientizamos de nossos deveres espirituais e buscamos, verdadeiramente, as energias necessárias para concretizar estes deveres, atraímos para o nosso lado, entidades habilitadas a nos auxiliar, estas entidades são amigos espirituais especializados neste trabalho, que nos inspiram e nos auxiliam neste empreendimento, dando-nos as energias necessários para que o projeto se desenvolva e os resultados  sejam promissores, basta que queiramos e nos dediquemos que seremos auxiliados, motivados e estimulados para que o trabalho tenha êxito.

Muitos pesquisadores descobrem a cura de doenças ou desenvolvem tecnologias que tendem a auxiliar no desenvolvimento da humanidade nos próximos anos, muitas pesquisas tomam rumos novos e impensados inicialmente, isto acontece porque muitos dos pesquisadores se abrem para a inspiração de entidades desencarnadas, que auxiliam para o bem comum. Muitos desconhecem que, no mundo espiritual, os espíritos trabalham cotidianamente, o trabalho é uma benção de Deus e todos devemos trabalhar em prol da coletividade, auxiliando no progresso e no bem-estar das comunidades.

Muitas pessoas se deixam levar por pensamentos negativos, atraem pensamentos menores de desânimo e de negatividade, acreditam que nunca vão conseguir alcançar seus intentos, nunca vão poder usufruir de uma vida mais confortável e promissora, como seus colegas ou conhecidos, mesmo trabalhando estão sempre vendo suas dificuldades aumentarem, estas pessoas precisam aprender a cultivar hábitos mais saudáveis de pensamento, pensar em progresso, viver o progresso e, com isso, tendem a atrair energias desta natureza.

Educar o pensamento nos auxilia muito em nosso progresso espiritual, emocional e moral, quando tomamos a consciência de que nossos pensamentos contribuem ativamente para nosso desenvolvimento, observamos mais o que passa pela nossa cabeça e buscamos educar nosso pensar, controlando as energias que atraímos e trilhando um caminho mais consistente, sem educação do pensamento agimos como se fossemos uma antena que capta energias variadas das mais diferentes áreas e locais, desta forma nos abrimos para que outros nos controlem, nos dominem e monitorem nossas vidas, nossos comportamentos e nossos desejos.

Para que consigamos esta educação do pensamento precisamos desenvolver uma disciplina mental muito grande, analisar todos os pensamentos e ideias que passam pela nossa cabeça no cotidiano, neste momento de análise devemos perceber como alimentamos estas energias e como elas nos influenciam no dia a dia, um exercício artesanal que deve ser feito com constância, desta forma passamos a conhecer nossos pensamentos.

Analisar nossas inclinações também nos ajuda imensamente, todos podemos analisar o que tem dentro de nossos corações, nossos desejos, nossas vontades e pensamentos. Quando somos dominados por sentimentos materializados em excesso, quando sentimos afinidade com o sexo desregrado ou com a ambição desmedida, devemos compreender que não estamos no caminho correto, neste momento a melhor decisão é mudar nossas atitudes e alterar nossos pensamentos, pois se continuarmos no caminho anterior tendemos a colher desequilíbrios, incertezas e constrangimentos, além de choro e ranger de dentes.

Na sociedade em que vivemos, somos todos os momentos estimulados a buscar uma educação mais aprimorada e mais consistente, as novas tecnologias estão nos impulsionando ao estudo e ao conhecimento, passamos parte substancial de nosso tempo nos capacitando e nos aprimorando, mas nos esquecemos de nossa saúde emocional e espiritual, restringimos nossa vida a uma atividade material e imediatista e nos esquecemos de que o verdadeiro ambiente de progresso e desenvolvimento dos indivíduos está no mundo dos espíritos, somos espíritos habitando corpos materiais e não o contrário. Nesta viagem pelo mundo exterior nos esquecemos de nosso mundo interior, nossos conflitos, nossos desejos e nossas necessidades, deixando de encarar as dificuldades e de resolver nossos desequilíbrios mais íntimos, com isso ficamos mais suscetíveis para as influencias externas, deixando nossos pensamentos desprotegidos e atraímos irmãos desencarnados mais propensos ao mal, que nos causa constrangimentos variados.

O pensamento é uma fonte de crescimento e desenvolvimento espiritual, nossa mente possui instrumentos fantásticos para nos conduzir ao progresso, mas para isso temos que nos conscientizar da importância do pensamento na condução de energia e na consolidação de nossos interesses, a Doutrina dos Espírito nos mostra como o pensamento pode nos impulsionar para o progresso ou nos conduzir diretamente para caminho nem tão agradáveis, cabe a cada indivíduo se atentar para esta realidade e construir as pontes necessárias para seu progresso, deixando nossos pensamentos agiram para atrair bons espíritos e boas energias para construirmos nosso desenvolvimento espiritual.

 

DEIXAR RESPOSTA

Por favor digite seu comentaário
Digite seu nome