É proibido governar, por Igor Grabois

Por IGOR GRABOIS* - A Terra é redonda – 27/11/2022 Considerações sobre a captura pelo neoliberalismo da máquina pública Impressionante o que o neoliberalismo fez com...

Financismo: austeridade para quem? por Paulo Kliass

Até manuais ortodoxos de economia pregam investimentos públicos para combater crises. Mas elites brasileiras se aferram à responsabilidade fiscal para enquadrar Lula – e...

Apocalipse à brasileira, por Joel Birman

Entra em cena a atmosfera lúgubre do delírio, marcada por transe e possessão Joel Birman, Psiquiatra e psicanalista, é professor titular do Instituto de Psicologia...

Responsabilidade fiscal deve ser também social, por André Roncaglia.

A dívida pública não explodiu e a hiperinflação não veio quando Paulo Guedes explodiu o teto André Roncaglia, Professor de economia da Unifesp Folha de São...

Grande mídia ou grande terrorismo? por Leda Maria Paulani

Leda Maria Paulani – A Terra é redonda – 15/11/2022 A reação à fala de Lula no encontro com deputados em Brasília é exemplo gritante...

Descarbonizar a economia global, por Mariana Mazzucato

Mariana Mazzucato – A Terra é redonda -13/11/2022 Apenas o setor público pode mobilizar e coordenar investimentos na escala necessária para descarbonizar a economia global Nas...

20 anos depois, por Luiz Carlos Bresser-Pereira

Lula, o mercado e as elites econômicas devem considerar que tudo mudou Luiz Carlos Bresser-Pereira, Professor emérito da Fundação Getulio Vargas, ex-ministro da Fazenda (1987,...

Sônia Fleury: um caminho para superar o bolsonarismo.

Em entrevista ao Cebes, cientista política analisa a ascensão da ultradireita em alinhamento com o neoliberalismo. Para superá-los, será preciso enfrentar o ultraindividualismo, construindo...

Acabou, por Hebe Mattos.

Golpe infame de 2016 finalmente fecha o seu ciclo Hebe Mattos, Historiadora e professora titular livre do Departamento de História da Universidade Federal de Juiz...

Como as finanças comandam o capitalismo, por Pete Dolack.

Especulação movimenta 36 vezes mais que a riqueza produzida no mundo. Desde 2008, Estados emitiram, do nada, US$ 19,3 trilhões para alimentar o cassino....

RECENTES

MAIS LIDAS