Oração e socorro no mundo espiritual

0
149

A sociedade vem passando por momentos de grandes instabilidades e incertezas em decorrência da pandemia, cujos impactos diretos e indiretos estão levando ao óbito milhares de pessoas nas mais variadas regiões e países. Neste momento, as perspectivas de morte estão mais próximas para as pessoas, levando as pessoas ao medo, desesperanças e desequilíbrios, gerando desajustes emocionais, espirituais e psicológicos.

A morte sempre foi um dos maiores tabus para os indivíduos, com a pandemia que crassa a sociedade mundial, as pessoas passam a expor suas preocupações, seus maiores desequilíbrios e suas dificuldades mais íntimas, gerando ambientes pesados, marcados pelas instabilidades espirituais, abrindo espaços para desagregações familiares, emotivas, afetivas e sentimentais no cotidiano.

Com a pandemia percebemos rachaduras emocionais enormes, as pessoas estão mostrando suas carências psicológicas e suas desesperanças, com isso, desnudando os desequilíbrios financeiros, os medos das incertezas do futuro, os receios da violência e as esperanças perdidas, incrementando as depressões e as ansiedades que, nos momentos de desesperos crescentes, gerando incrementos de suicídios e mutilações físicas e emocionais.

A crise sanitária está gerando um aprofundamento da recessão e do desemprego, gerando uma grande leva de trabalhadores sem emprego e, principalmente, sem esperanças. O futuro que sempre foi percebido com expectativas positivas, afinal sempre fomos percebidos, pela comunidade internacional, como o país do futuro, estamos acordando de uma realidade assustadora, óbitos vitimados pela pandemia em ascensão, crise econômica e depressão, ansiedade e, em muitos casos, aumento substancial de suicídio.

Neste momento, os relatos enviados do mundo espiritual nos assustam, a quantidade de indivíduos vitimados pelo coronavírus é tão elevado que os trabalhadores do mundo espiritual não conseguem atender a todos os desencarnados, levando os socorristas no mundo espiritual a estimularem aos desencarnados ao sono, estimulando-os a dormirem, levando-os a uma soneca reparadora. Os espíritos do bem atuam na proteção dos desencarnados, transmitindo energias no momento do descanso, evitando os desequilíbrios emocionais e espirituais daqueles que chegaram “inesperadamente”, dando mostras claras de degradações emocionais e fragilidades espirituais. A atuação destes espíritos socorristas do mundo espiritual é fundamental para o reequilíbrio dos desencarnados, sem estes, os indivíduos estariam sujeitos a grandes desequilíbrios.

A pandemia está gerando impactos para todos as regiões, desde o mundo material até o mundo espiritual. Neste momento, a atuação dos espíritos socorristas é fundamental, como nos foi mostrado no clássico livro Nosso Lar, psicografia de Francisco Cândido Xavier e ditado pelo espírito André Luiz, onde se descreve a atuação dos espíritos na chegada dos irmãos no mundo dos espíritos, as dificuldades, os medos, os remorsos e as preocupações dos dois lados do mundo.

Neste instante de grandes transformações geradas pela pandemia em curso na sociedade, percebemos que os indivíduos estão sendo estimulados, pela espiritualidade maior, a rever conceitos arraigados, conceitos e comportamentos das pessoas individualmente ou nas atuações coletivas, levando-os a repensar os seus conceitos, suas atitudes e suas formas de atuação. A pandemia, para muitos, era é um castigo enviado pelos deuses como forma de depurar a sociedade. Esta reflexão nos parece muito limitada, a pandemia é fruto das escolhas dos seres humanos, das ambições materiais, os imediatismos reinantes e a constante busca pelos prazeres da matéria. Neste momento, a pandemia nos deixa claro que, somos muito menores do que muitos acreditamos, somos muitos limitados na compreensão das ideias que comandam a sociedade, num momento que somos levados a rever conceitos que se concentram na concorrência e deve ser substituído pelos conceitos de cooperação, mais cooperação e menos competição.

Neste momento precisamos nos preparar para as mudanças que estão em curso na sociedade global, não as alterações individuais como as coletivas, não esquecendo a importância da oração, da caridade e da comunhão com a espiritualidade maior, lembrando dos ensinamentos trazidos pela literatura espiritual, onde destacamos uma conversa entre Chico Xavier com seu mentor espiritual Emmanuel:
“Certa vez Chico Xavier em desdobramento, numa visita ao Plano Espiritual com Emmanuel, viu milhões de bolinhas coloridas, nas mais diversas cores subindo e perguntou a Emmanuel:
– O que é esta maravilha Emmanuel?
– São as Vibrações de Amor de milhões de encarnados que estão realizando Preces e Vibrando
Amor por todos os necessitados.

Chico responde:
– Sempre pensei que as vibrações viessem do Plano Espiritual para os encarnados!
Emmanuel: – Não Chico, onde houver alguém ligado em preces, manda pra cá as vibrações de Amor que são armazenadas em jarros especiais para beneficiarem aos irmãos necessitados que chegam ao Plano Maior em difíceis condições, e também são direcionadas aos nossos irmãos encarnados que passam por provações”.

O mundo passa por momentos de apreensão e desesperança, neste momento e em todos os momentos da sociedade, percebemos a importância e a centralidade da oração, como nos mostra a conversa acima entre Chico Xavier e o mentor Emmanuel, a oração é um verdadeiro bálsamo de fortalecimento de todos instantes da vida dos seres humanos, um momento de agradecimento, de humildade, de reflexão e fortalecimento para superarmos os embates cotidianos, nos capacitando para superar a pandemia, a desesperança e do desânimo, lembrando que como nos diz o ditado popular, depois da tempestade vem a bonança.

DEIXAR RESPOSTA

Por favor digite seu comentaário
Digite seu nome